Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

quinta-feira, 18 de junho de 2009

AGRADAR A TODOS É MISSÃO IMPOSSÍVEL



Tentar, pode, mas não adianta e, se pensar que será capaz um dia de agradar a todos, acabará desiludida. Mesmo que seja um modelo de virtudes; mesmo que entenda o sorrir do Universo e seja francamente tolerante, altruísta, generosa; mesmo que saiba de cor a vida e a obra de Madre Teresa de Calcutá e se emocione verdadeiramente com a descompostura dos acontecimentos que grassam no mundo e chegue ao ponto de chorar, frente aos noticiários que entram em sua casa e lhe agridem o coração e a sensibilidade. Mesmo que domine a Teoria da Evolução de Darwin ( fascinante, actual e polémica) e seja uma curiosa permanente pela vida de Newton, Einstein, Lincoln. Mesmo que se emocione e se transcenda frente ao quadro de Dali -Cristo na Cruz- e sinta que a poesia de Florbela a eleva espiritualmente e a deixa a pairar noutras dimensões existenciais. Se quer tentar, faça-o, tente mas, quer mereça ou não encontrará sempre uma, duas ou três pedrinhas no sapato que lhe magoam a alma. A vida real é assim!


Se ajudar uma só pessoa a ter esperança, já não terei vivido em vão
(Martin Luther King)

2 Comentários:

Blogger Ana Claudia disse...

Sou adepta do tentar desde que com consciência de que é impossível mesmo. O suficiente para achar que damos o nosso melhor. E ficar iludida quando alguém reconhece mas não desiludida quando alguém não o faz.

Bom tema!

23 de junho de 2009 às 00:35  
Blogger MEB disse...

Obrigada. Abrir a página e ver comentáros é como se abrisse a janela e falasse para o mundo. São tão raros que são amados. Beijinhos. Eu sou também das que tentam...

23 de junho de 2009 às 18:41  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial