Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

NÃO ESPERE PELA VELHICE PARA VESTIR LILÁS


Você não tem que vencer todos os argumentos. Concorde em discordar.Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe, Deus nunca pisca.Tudo o que verdadeiramente importará no final é que você amou. As suas crianças têm apenas uma infância. O seu trabalho não vai cuidar de si quando ficar doente. Os seus amigos e pais irão. Mantenha contacto com eles. Escolha sempre a vida. Seja útil e generoso. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir lilás. Se um relacionamento tem que ser um segredo, não deve fazer parte dele. Se todos nós jogarmos os nossos problemas um em cima do outro e compararmos com os dos outros, agarraríamos os nossos problemas de volta. Salde a dívida dos seus cartões de crédito todos os meses. Saia do casulo todos os dias. Há milagres esperando por toda parte. Respire fundo. Acalma a mente. Quando se trata de ir atrás do que ama na vida, não aceite um não como resposta. Quando se trata de chocolate, a resistência é inútil. Quando tem dúvida, basta dar o próximo passo curtinho. Poupe para a reforma começando com o seu primeiro salário. Pode ficar zangado com Deus, Ele não se importa. Perdoe tudo de todos. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo. O que os outros pensam de você não é da sua conta. O que não o mata realmente fá-lo mais forte. O quanto boa ou ruim é uma situação, ela vai mudar. O órgão sexual mais importante é o cérebro. O melhor ainda está por vir.


Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas desta vez depende somente de si e de mais ninguém. Ninguém é responsável pela sua felicidade, mas você é. Não se leve tão a sério, ninguém o faz. Não questione a vida Compareça e aproveite-a ao máximo, agora. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se, e mostre-se. Não há problema em permitir que seus filhos a vejam chorar. Não compare a sua vida com a dos outros. Você não tem ideia da trajectória deles. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonita ou alegre. Faça as pazes com o passado, para não estragar o presente. Esteja muito bem preparado, mas se deixe levar pelo fluxo. Envelhecer é melhor do que a alternativa – morrer jovem. Encare cada chamada catástrofe com estas palavras “Em cinco anos, importará?” Deus o ama porque Ele é Deus, não por causa de alguma coisa que fez ou deixou de fazer. Chore com alguém, é mais saudável do que chorar sozinho. Acredite em milagres. Acenda as velas, use os melhores lençóis, vista suas melhores roupas. Não os guarde para uma ocasião especial, hoje é sempre um dia especial. A vida não vem embrulhada num grande laçarote, mas não deixa de ser um presente. A vida é curta demais para se perder tempo odiando alguém. A inveja é um desperdício de tempo. Você já tem tudo o que você precisa. A vida não é justa, mas sinceramente é muito boa (R.B.)




Há os que se queixam do vento. Há os que esperam que ele mude e há os que os preparam as velas
(Regina Brett)

2 Comentários:

Blogger Guilherme disse...

Um verdadeiro manual de vida, que indica o rumo para alcançar a felicidade. Afinal a vida pode não ser tão complicada como nós por vezes afazemos. Basta seguir estas instruções, que deviam acompanhar cada bébé acabado de nascer. O mundo seria mais feliz. Um beijo grande Maria Elvira, um texto maravilhoso, como sempre.

1 de dezembro de 2010 às 18:44  
Blogger MEB disse...

Guilherme, como diz o texto...a vida não vem embrulhada num laçarote, mas é uma prenda... Estou sem inspiração para o blogue, não consigo tranferi-lo para o W.Press(há mais de 15 horas sentada aqui-3 dias) e, isso, atrapalha-me os sentidos. O mais engraçado é que ele já lá está registado. Só o título! Amanhã, recomeço. Obrigada pelo apoio ao passar por aqui. Beijinho. Boa noite

2 de dezembro de 2010 às 23:54  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial