Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

domingo, 14 de novembro de 2010

O MAIOR SOLITÁRIO É O QUE TEM MEDO DE AMAR


A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana. A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro. O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se, o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em redor. Ele é a angústia do mundo que o reflecte. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o património de todos, e, encerrado no seu duro privilégio, semeia pedras do alto da sua fria e desolada torre.(V.M)




A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros nesta vida
(Vinícius de Moraes)

4 Comentários:

Anonymous Pitigrili disse...

Absolutamente certo!

16 de novembro de 2010 às 00:58  
Anonymous Elisabete disse...

"O MAIOR SOLITÁRIO É O QUE TEM MEDO DE AMAR"

Como despertar o solitário para esta grande verdade?
Como inspirar nele a confiança no amor, que ele deseja mas teme com igual intensidade? Ou nem consegue admitir que dele carece, tal o medo de falhar.

Um beijinho. Até...

16 de novembro de 2010 às 12:01  
Blogger MEB disse...

Pitigrili, é uma verdade que pode ser alterada, não?

16 de novembro de 2010 às 17:14  
Blogger MEB disse...

Elizabete, sempre atenta e sempre certeira. Ficam as perguntas no ar. Pode ser que queiram responder.

16 de novembro de 2010 às 17:15  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial