Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

VÁ PASSEAR DE MÃOS DADAS COM O AR


A hora já vai adiantada, mas o meu papel de esposa, mãe, avó e mais coisas que eu vou arranjando para manter activo o meu cérebro, nem sempre me deixam tempo para vir aqui mais cedo como eu gostava. Vim espreitá-la, Maria Elvira! Apeteceu-me partilhar consigo este pedaço dum texto, que me diz muito!


"... ponha a saia mais leve, aquela de chita e vá passear de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim! Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo da janela. Ponha intenções de quermesse nos seus olhos. Beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases subtis e palavras de galanteria." Obrigada, amiga. Lindo.




O significado das coisas não está nas próprias coisas, mas na nossa atitude com relação a elas
(Antoine de Saint-Exupéry)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial