Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

A MULHER TEM UMA ESTRELA: A ESPERANÇA!


O homem é a mais elevada das criaturas. A mulher é o mais sublime dos ideais. Deus fez para o homem um trono, para a mulher um altar. O trono exalta, o altar santifica. O homem é o cérebro, a mulher o coração, o amor. A luz fecunda, o amor ressuscita. O homem é o génio, a mulher o anjo. O génio é imensurável, o anjo indefinível. A aspiração do homem é a suprema glória. A aspiração da mulher, a virtude extrema. A glória traduz grandeza, a virtude traduz divindade. O homem tem a supremacia, a mulher a preferência. A supremacia representa a força. A preferência representa o direito. O homem é forte pela razão, a mulher invencível pelas lágrimas. A razão convence, a lágrima comove. O homem é capaz de todos os heroísmos. A mulher de todos os martírios. O heroísmo enobrece, os martírios sublimam. O homem é o código, a mulher o evangelho. O código corrige, o evangelho aperfeiçoa. O homem é o templo, a mulher, um sacrário. Perante o templo, descobrimo-nos. Perante o sacrário ajoelhamo-nos. O homem pensa, a mulher sonha. Pensar é ter cérebro. Sonhar é ter na fronte uma auréola. O homem é um Oceano, a mulher um lago. O Oceano tem a pérola que embeleza, o lago tem a poesia que deslumbra. O homem é a águia que voa, a mulher o rouxinol que canta. Voar, é dominar o espaço. Cantar, é conquistar a Alma. O homem tem um foco, a consciência. A mulher tem uma estrela, a esperança. O foco guia, a esperança salva. Enfim, o homem está colocado onde termina a Terra. A mulher onde começa o Céu. (V. H)
*




Há pensamentos que são orações. Há momentos nos quais, seja qual for a posição do corpo, a Alma está de joelhos
(Victor Hugo)

2 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Elvira.
Inteligente, humano e analtecedor à
mulher.
Sem dúvida um hino à mulher.
Saudações.
carlos morais

5 de novembro de 2010 às 14:41  
Blogger MEB disse...

Carlos, concordo plenamente. É um hino tocante à mulher, sem esquecer o homem. Obrigada por ter passado por aqui

5 de novembro de 2010 às 19:50  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial