Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

segunda-feira, 6 de julho de 2009

O PASSEIO DE CR9 - O HERÓI SONHADOR


Para lá do óbvio futebol cheio de completo, virtuoso, electrizante e genial; para lá do sucesso mais mediático planetário e, desde hoje, galáctico a que alguma vez se assistiu; para lá de ser em milhões, tantos como se de um banco ele próprio se tratasse; para lá de fazer ondular à sua volta mares de uma inabalável intensa e universal como poucas foram e são; para lá de, além de tudo o mais, ainda estar em ascensão com um entusiasmo, criatividade e energia de miúdo com poderes de super-herói, encerrando ainda muito potencial para surpreender, para inovar, para, simplesmente, vencer; para lá deste tanto e muito mais o que é, afinal, na essência, Cristinano Ronaldo ?


Acho que é muito. Este é o termo redondo! Muito bem talhado fisicamente para o desporto que o motivou muito desde muito pequeno, ao ponto de atingir muito cedo o muito de tudo que já conhecemos e ainda com muito para dar, provavelmente outro tanto ou ainda mais, sendo verdadeiramente espectacular a intensidade contínua que coloca na sua existência diária dedicada ao que mais gosta de fazer, tendo criado dentro de si, numa magia em câmara lenta a que todos fomos assistindo, em directo ou ao vivo, ao longo dos últimos anos. Um fenómeno de facto absoluto, nos limites do desempenho humano, físico e psíquico. Nos limites da sorte e para lá dos limites do que ainda há poucos anos eram só prováveis, tendo em conta o conseguido por todos os anteriores astros absolutos do mesmo desporto (Maradona -a mão de Deus-, Di Stéfano, talvez os maiores) que atingiram, por vezes, plenitude similar mas chegaram a Pelé, Eusébio ou Zidane mais tarde, em campeonatos ou em idade, ou após mais taças, ou após mais maturidade como esse Figo de todos os prestígios, dignidades e todo o futebol de equipa que este Ronaldo de tantos muitos ainda haverá de jogar também este muito que ainda lhe falta ... um pouco.


Com tempo jogará também esse tanto e tempo ele tem mais do que tiveram os outros (tem 24 anos). O ter chegado hoje à noite (6 de Julho) ao meio de um relvado emoldurado por uma final, em directo, para o mundo inteiro, com 85 mil adeptos do
clube dos seus sonhos de menino, antes sequer de ter tocado numa bola madrilena, vai acabar com a sua fase de menino prodígio e, se ele for capaz, passar para a fase da graça plena de astro completo e maturo, capaz de sobreviver de forma prolongada ao perigoso e redutor mundo dos flashes que podem transformar qualquer um num simples mega figurante planetário, como reduziu muitos outros anteriores candidatos galácticos.


Ele tem ainda um outro muito que o pode ajudar nesta fase crítica em que o muito que gosta de gozar a vida em todas as suas vertentes, conhecidas ou por revelar, o pode afectar e esse outro muito -verdadeiramente importante-, é o muito que gosta da família e o muito fiel que é ao seu núcleo forte e coeso de poucos que o rodeiam, à distância de um abraço, provando ele que mesmo sendo o astro da maior dimensão que já sabe que é, sabe, também, que não deve crescer além de um abraço com que os seus o confortem numa próxima - que nunca venha - derrota ou uma próxima lesão ou uma próxima inoportunidade mediática.


E se o dia vier em que a taça maior for, pela sua mão, elevada no Bernabéu, cumprirá então o mito que o alimentou desde sempre e, aí, nós que já nada mais lhe merecemos pedir porque já tanto nos terá dado o menino Cristiano que bem haja ...
... ainda lhe vamos pedir muito por Portugal! Hoje, ele foi, em Madrid, uma das caravelas portuguesas do século XVI, abrindo os braços ao mundo nas estradas dos mares imensos.



http://www.youtube.com/watch?v=3HoF3tjCkPE
*

Mesmo que não escrevas livros, és o escritor da tua vida. Mesmo que não sejas Van Gogh, podes fazer da tua vida uma obra de arte!
(Autor desconhecido)


Etiquetas:

2 Comentários:

Blogger Ana Claudia disse...

A MEB deveria ter sido jornalista ou cronista(se é que o não foi).
Escreve muito bem.

Parabéns!

Beijinhos
AC

7 de julho de 2009 às 08:50  
Blogger MEB disse...

Ana, sempre simpática ao passar por aqui e a deixar um comentário
agradável. Obrigada. Com efeito, sou jornalista. Sempre ajuda um pouco.
Beijinhos

7 de julho de 2009 às 18:11  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial