Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

domingo, 18 de julho de 2010

PARABÉNS MADIBA PELOS 92 ANOS


Esteve preso 28 anos (1962 a 1990, recusou a liberdade condicional), no Presídio Robben Island, em Cape Town. O seu número de prisioneiro era o 46664. Foi guarda numa mina de ouro, estudante de Direito, advogado, e, na opinião dos adversários: líder rebelde, sabotador, guerreiro, activista, terrorista. Apesar disso, com todo o mérito, foi nomeado para o Prémio Nobel da Paz (1993). Nasceu em 18 de Julho de 1918, próximo de Umtata, capital da reserva de Transkei. Pertencia à família real da tribo Themba, chefiada por seu pai, Henry Gadla Mandela. Foi um dos maiores líderes políticos da História Moderna. O seu nome é Nelson Rolihlahla Mandela e concretizou (até aí impensável) o feito de ser eleito o primeiro presidente negro da África do Sul (1994 a 1999).


Comandou a transição do regime de minoria ganhando o respeito internacional pela sua luta em prol da reconciliação interna e externa. A luta contra o apartheid, a postura firme e moderada no período de transição para uma ordem democrática sem segregação, o claro objectivo de operar a reconciliação nacional que norteou as suas relações com o presidente Frederik de Klerk, valeram-lhe um inesgotável prestígio no país e no estrangeiro. Mandela é, provavelmente, o político com maior autoridade moral no continente Africano, o que lhe tem permitido desempenhar o papel de apaziguador, conciliador, em tensões e conflitos. O percurso de vida de Nelson Mandela revelou-se extraordinário. Tendo estado preso 28 anos soube resistir a qualquer espécie de revolta que a ausência de liberdade poderia ter fomentado. Hoje, faz 92 anos. Parabéns ao Homem que dominou todas as circunstâncias da sua vida, que ultrapassou limites, que ousou sonhar, lutar e vencer. Que foi sofredor, sereno, humilde, sabedor e fascinante.




A educação é a mais poderosa arma pela qual se pode mudar o mundo
(Nelson Mandela)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial