Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

terça-feira, 3 de junho de 2008

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE


Quando encontrar alguém
e esse alguém fizer o seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção.
Pode ser a pessoa
mais importante da
sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, nesse momento,
existir um brilho intenso entre eles, fique alerta:
pode ser a pessoa que está
à espera desde o
dia em que nasceu.


Se o toque dos lábios for intenso,
se o beijo for apaixonante e os olhos
se encherem de água nesse momento,
perceba:
existe algo mágico
entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa,
se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração,
agradeça:
Deus mandou-lhe
um presente divino:
o amor.


Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e,
em troca,
receber um abraço,um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais
que mil palavras, entregue-se:
vocês foram feitos um para o outro.
Se por algum motivo estiver triste,
se a vida lhe pregou uma rasteira e a
outra pessoa sofrer o seu sofrimento,
chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura,
que coisa maravilhosa:
você poderá contar com ela
em qualquer momento da sua vida.


Se conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa
como se ela estivesse ali ao seu lado...
se a achar maravilhosamente linda,
mesmo que ela esteja de pijama velho,
chinelos de dedo
e cabelos emaranhados...
Se não consegue trabalhar bem o dia todo,
ansioso pelo encontro que
está marcado para a noite...
se não consegue imaginar, de maneira nenhuma,
um futuro sem a pessoa ao seu lado...


Se tiver a certeza que vai ver a pessoa envelhecer
e, mesmo assim,
tiver a convicção que vai continuar louco por ela...
se preferir morrer antes de a ver partir:
é o amor que chegou à sua vida.
É uma dádiva.
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida,
mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.
Ou, às vezes, encontram e por não prestarem
atenção nestes sinais,
deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.


É o livre arbítrio. Por isso preste atenção aos sinais,
não deixe que as loucuras do dia a-dia
o deixem cego para a melhor coisa da vida:
o amor.




Se um dia você tiver que escolher entre o amor e o mundo, lembre-se... Se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele você conquistará o mundo.

(Albert Einstein)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial