Brumas de Sintra

Ponto de encontro entre a fantasia e a realidade. Alinhar de pensamentos e evocação de factos que povoam a imaginação ou a memória. Divagações nos momentos calmos e silenciosos que ajudam à concentração, no balanço dos dias que se partilham através da janela que, entretanto, se abriu para a lonjura das grandes distâncias. Sem fronteiras, nem limites

A minha fotografia
Nome:
Localização: Portugal

O meu nome é Maria Elvira Bento. Gosto de olhar para o meu computador e reconhecer nele um excelente ouvinte. Simultaneamente, fidelíssimo, capaz de guardar o meu espólio e transportá-lo, seja para onde for, sempre que solicitado. http://brumasdesintra.blogspot.com e brumasdesintra.wordpress.com

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

O QUE OS OUTROS PENSAM DE SI NÃO É DA SUA CONTA


Há bastante tempo recebi um e-mail que transcrevia um texto de Regina Brett, de 90 anos. Mesmo antes de ler já achei interessante. Aos 9o anos ter-se a capacidade de escrever o que em diagonal me parecia bom, é de louvar. Todavia, depois de pesquisar fiquei a saber que Regina existe mas tem 55 anos. É jornalista, muito boa, já que foi finalista, em 2008/9, no Prémio Pulitzer. A sua coluna é publicada à segunda-feira e domingo, no Plain Dealer, em Cleveland (Ohio). Com a garantia que se pode ter na Internet aqui fica o esclarecimento e o texto que percorre o mundo. Com êxito.



Para celebrar o envelhecer, uma vez escrevi: As 45 Lições que a Vida me Ensinou. É a coluna com maior sucesso entra todas as que já publiquei. O meu taxímetro chegou aos 90, em Agosto. Por isso, vou reeditá-la.
1. A vida não é justa, mas ainda é boa. 2. Quando estiver em dúvida, apenas dê o próximo passo pequeno. 3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém. 4. O seu trabalho não vai cuidar de si quando adoecer. Os seus amigos e os seus pais vão. Mantenha o contacto. 5. Pague o cartão de crédito todos os meses. 6. Você não tem que vencer todo argumento. Concorde para discordar. 7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho. 8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele aguenta. 9. Poupe para a reforma, começando no seu primeiro salário. 10. Quando se trata de chocolate, resistência é em vão. 11. Sele a paz com seu passado, para que ele não estrague seu presente. 12. Está tudo bem se os seus filhos o virem chorar. 13. Não compare a sua vida com a dos outros. Não tem ideia do que se passa na deles. 14. Se um relacionamento tem que ser um segredo, não deveria estar nele. 15 Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe, Deus nunca pisca. 16. Respire bem fundo. Isso acalma a mente. 17. Desfaça-se de tudo que não é útil, bonito e bom. 18. O que não o mata, realmente torna-o mais forte. 19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda só depende de si e de mais ninguém.



20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite "não" como resposta. 21. Acenda velas, coloque os lençóis bonitos, use a lingerie elegante. Não guarde para uma ocasião especial. Hoje é especial. 22. Prepare-se bastante; depois, deixe-se levar pela maré... 23. Seja excêntrica agora, não espere ficar velha para usar o roxo. 24. O órgão sexual mais importante é o cérebro. 25. Ninguém é responsável pela sua felicidade, além de você. 26. Encare cada "chamado" desastre com essas palavras: Em cinco anos, vai importar? 27. Escolha sempre a vida. 28. Perdoe tudo a todos. 29. O que outras pessoas pensam de si não é da sua conta. 30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo. 31. Indepedentemente de a situação ser boa ou ruim, irá mudar. 32. Não se leve tão a sério. Ninguém mais leva... 33. Acredite em milagres. 34. Deus ama-a por causa de quem Ele é, não pelo que você fez ou deixou de fazer. 35. Não faça auditoria da sua vida. Apareça e faça o melhor dela agora. 36. Envelhecer é melhor do que morrer jovem. 37. Os seus filhos só têm uma infância. 38. Tudo o que realmente importa, no final, é que você amou. 39. Vá para a rua todo dia. Milagres estão esperando em todos os lugares. 40. Se todos jogássemos os nossos problemas numa pilha e víssemos os de todo mundo, pegaríamos nos nossos de volta. 41. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa. 42. O melhor está por vir. 43. Não importa como se sinta, levante-se, vista-se e apareça. 44. Produza. 45. A vida não vem embrulhada num laço, mas ainda é um presente.





Muitas pessoas devem a grandeza de suas vidas aos problemas e obstáculos que tiveram de vencer.

(Baden Powell)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

O PRÍNCIPE, O NOIVADO E O TRONO...



Curiosa esta foto do príncipe William que sempre disse que não queria ser rei. Porém, notícias chegadas de fontes geralmente bem informadas dão conta de que o seu noivado com a namorada de sempre, desde que foi para a Universidade, Kate Middleton, será anunciado muito brevemente. Também se fala cada vez mais na sucessão de Isabel II e é o nome de William que aparece como o mais provável rei de Inglaterra, sucedendo à rainha e sua avó. Enquanto o futuro esclarece se será Carlos (o pai) ou William o escolhido, o príncipe calmamente sentado ao lado do Trono parece esperar por uma decisão.



Bendita seja a data que se une a todo mundo numa conspiração de amor
(Hamilton Wright Mabi)

A TECNOLOGIA AVANÇOU TANTO QUE PODEMOS TER ESPERANÇA...

As possibilidades de se descobrir vida fora da Terra são maiores do que nunca, segundo afirma Martin Rees, o principal astrônomo britânico e presidente da Royal Society, a academia de ciências da Grã-Bretanha, que está a organizar, em Londres, uma conferência com pesquisadores de várias partes do mundo para discutir as perspectivas de se encontrar formas de vida extraterrestres. Segundo Rees, que em 1995 foi agraciado com o título de Astrônomo Real, uma descoberta como essa poderia representar um momento de mudança para a Humanidade, alterando a visão de nós mesmos e de nosso lugar no Cosmos. Cientistas de todo mundo vêm analisando sinais do Espaço em busca de emissões de ondas sonoras feitas por seres inteligentes fora da Terra, mas tudo o que conseguiram captar (até hoje) foi estática.
Este interessante artigo de Pallab Ghosh, jornalista na BBC, é extenso e interessantíssimo. Levantamos só mais um pouco do véu: ...Se encontrássemos vida, mesmo a forma mais simples de vida, em outros lugares, isso seria claramente uma das maiores descobertas do século 21. Desconfio que pode haver vida e inteligência lá fora em formas que não podemos imaginar. E poderia, claro, haver formas de inteligência aquém da capacidade humana, mais avançada do que somos avançados em relação a um chimpanzé. Um artigo a não perder.
*



Que as luzes cósmicas estejam permanentemente convosco. Pertenço a uma civilização muito distante do vosso sistema planetário...
(Azron)

ENFRENTAMOS GRANDES E DIFÍCEIS DESAFIOS


Para Barack Obama os tempos não estão fáceis como, afinal, não estão para nenhum governante do mundo. Todavia, ele foi o homem que levantou uma nação numa onda de esperança como não há memória, que invadiu corações e futuros. Todavia, apesar de quebra nas sondagens, das dificuldades nos casos que urgem resolução rápida, o Presidente se não deixa de enfrentar obstáculos também não deixa de tentar tudo para cumprir as promessas feitas à América. Nós, não paramos, parece soar como um slogan mas é a expressão que Obama não se farta de repetir. Ainda hoje, os americanos receberam nos seus computadores um e-mail do seu Presidente.


Maria

I just finished delivering my first State of the Union, and I wanted to send you a quick note.We face big and difficult challenges. Change on the scale we seek does not come easily. But I will never accept second place for the United States of America.That is why I called for a robust jobs bill without delay. It's why I proposed a small businesses tax credit, new investments in infrastructure, and pushed for climate legislation to create a clean energy economy. It's why we're taking on big banks, reforming Wall Street, revitalizing our education system, increasing transparency -- and finishing the job on health insurance reform. It's why I need your help -- because I am determined to fight to defend the middle class, and special interest lobbyists will go all out to fight us. Help me show that the American people are ready to join this fight for the middle class. We have finished a difficult year. We have come through a difficult decade. But we don't quit. I don't quit. Let's seize this moment -- to start anew, to carry the dream forward, and to strengthen our union once more.
President Barack Obama




A leitura traz ao homem plenitude, o discurso segurança e a escrita exactidão
(Francis Bacon)

APESAR DOS PROBLEMAS DOS DESENCANTOS, O CORAÇÃO PODE SENTIR PAZ


Havia um rei que, um dia, ofereceu um grande prémio ao artista que fosse capaz de captar numa pintura a paz perfeita. Foram muitos os artistas que o tentaram. Passadas semanas o rei observou e admirou todas as obras, mas apenas gostou de duas. Teve de escolher. A primeira era um lago muito tranquilo. Este lago era um espelho perfeito onde se reflectiam as bonitas montanhas que o rodeavam. Sobre elas encontrava-se um céu muito azul com ténues nuvens brancas. Todos os que olharam a pintura pensaram que ela reflectia, efectivamente, a paz perfeita.
O segundo quadro também tinha montanhas. Mas estas eram agrestes, áridas, sem vegetação. Sobre elas havia um céu tempestuoso do qual se precipitava uma chuva forte e onde se viam faíscas que tracejavam o horizonte. Da montanha, caía uma torrente de água revolta. O cenário não revelava um local pacífico. Mas, quando o rei observou mais atentamente, reparou que atrás da cascata havia um arbusto que crescia de uma fenda na rocha e nele encontrava-se um ninho. Ali, no meio do ruído do violento caudal de água, estava um passarinho sentado no seu ninho. Paz perfeita! Pensou o rei e assim deliberou ao escolher a segunda paisagem: Paz não significa estar num lugar sem ruídos, sem problemas, sem trabalho árduo ou sem dor. Paz significa que, apesar de se estar no meio de tudo isso, permanecemos calmos no nosso coração. Este é o verdadeiro significado da paz. (autor desconhecido)



A paz vem de dentro de si mesmo. Não a procure à sua volta
(Buda)

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

A MINHA ALMA TEM O PESO DE UMA SAUDADE


A minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros. (Clarice Lispector)


O amor é o perfume das almas.
(Dom Hélder Câmara)

TAP E AEROPORTO DE LISBOA AO RUBRO


A Tap Portugal e a ANA desejaram (em Dezembro) as Boas Festas aos seus passageiros, no Aeroporto de Lisboa, de uma forma original. Veja o vídeo oficial que me foi amavelmente enviado hoje, após a publicação do post de ontem onde a animação da Tap, no aeroporto do Rio de Janeiro, ficou bem patenteada. Nunca é tarde para relatar factos positivos.




http://www.youtube.com/watch?v=rWjZX57QQDY




Uma auto-imagem forte e positiva é a melhor preparação possível para o sucesso
(Joyce B.)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

O RITMO DA TAP NO RIO DE JANEIRO


A TAP e a Infraero homenagearam há dias a cidade do Rio de Janeiro e o Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, com trabalhadores da empresa e passageiros a juntarem-se ao momento de dança e alegria contagiante, em plena aerogare. Giro




http://www.youtube.com/watch?v=oqMrZ83T4FI




Daqui a alguns anos você estará mais arrependido pelas coisas que não fez do que pelas que fez. Então, solte as amarras. Afaste-se do porto seguro. Agarre o vento em suas velas. Explore. Sonhe. Descubra.
(Mark Twain)

RECORDANDO UMA MULHER AUDAZ, FASCINANTE E MISTERIOSA


Foi em Janeiro de 1939 que Amelia Earhart, pioneira da aviação americana -a primeira mulher a voar sozinha sobre o Atlântico-, foi declarada oficialmente morta, após o seu misterioso desaparecimento a 2 de Julho de 1937, no Oceano Pacífico, perto da ilha Howland (à qual nunca chegou), quando tentava realizar um voo à volta do mundo. O seu desaparecimento, na época, fez correr rios de tinta e agitou imaginações. Pensou-se tudo já que o seu avião nunca foi encontrado e o seu corpo também não. O último contacto quando se dirigia a Howland, foi pelas oito horas, estava a 12 mil pés de altitude. Escreveram-se livros, realizaram-se filmes e a criatividade fervilhava: ficou sem combustível? Sobreviveu? Adquiriu nova identidade? Era espia? Esta grande defensora dos Direitos da Mulher até aos dias de hoje continua envolta nas nuvens da dúvida e do mistério. Morreu (desapareceu) com o mesmo fascínio (bonita, elegantíssima, independente, lutadora) e tenacidade com que viveu. Passaram-se quatro décadas após o seu falecimento oficial e sobre o verdadeiro destino de Amelia, nada se sabe.
*


Coragem é o preço que a vida exige em troca da paz
(Amelia Earhart)

Etiquetas:

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

VISITE GANDHI, EM SINTRA, E SINTA-LHE O RESPIRAR DA ALMA...



Por gosto, não perco exposições patentes em Sintra, no Museu de Arte Moderna. Hoje, numa tarde semi agradável (está um Inverno assumido), encaminhei os meus passos até ao jardim onde a marca de Botero agarra e preparei-me para admirar Índia-Mito, Sensualidade e Ficção, uma exposição (colecção Berardo) fotobiográfica sobre a vida de Mahatma Gandhi (A Minha Vida é a Minha Mensagem). Fotos (60), gravações do fabuloso discurso A minha Mensagem Espiritual, citações e documentários, aguardavam-me. Entrei e quando o fiz, mesmo em frente, estava uma excelente fotografia de Gandhi (sépia), tirada em 1930. Aproximei-me e reparei nas palavras e na assinatura de Gandhi e, sem me aperceber, chorei. Era o vigor do tempo, a história do tempo, a desenrolar-se silencioso no espaço de uma respiração trémula.


Ali, não estava em causa um quadro, uma escultura, uma instalação. Apenas e somente a História no seu apogeu na época de Gandhi que nos fez reviver a Índia dos Seus Sonhos: ...Vou trabalhar por uma Índia em que os mais pobres sintam como seu país, e em cuja criação tenham uma voz efectiva; uma Índia em que não existam pessoas de classe alta e classe baixa. Uma Índia em que todas as comunidades vivam em perfeita harmonia. Não pode haver espaço nesta Índia para a maldição dos intocáveis (...) Esta é a Índia dos meus Sonhos (...) Não me acomodarei por menos...-1931-


Falar de Gandhi é recordar um dos maiores pensadores e activistas que a História registou. Foi assassinado em Deli, em 1948, e as manchetes dos jornais proclamavam: A Luz da Índia Apagou-se. A sua vida e o seu legado são indeléveis e os seus pensamentos, filosofia, exemplo, mensagem continuam actuais: Creio em mim mesmo; creio nos que trabalham comigo; creio nos meus amigos; creio na minha família; creio que Deus me emprestará tudo que necessito para triunfar, contanto que eu me esforce para alcançar com meios lícitos e honestos; creio nas orações e nunca fecharei os meus olhos para dormir sem pedir antes a devida orientação a fim de ser paciente com os outros e tolerante com os que não acreditam como eu acredito; creio que o triunfo é resultado de esforço inteligente, que não depende de sorte, de magia, de amigos, companheiros duvidosos ou de meu chefe.


Creio que tirarei da vida exactamente o que nela colocar. E, assim sendo, serei cauteloso quando tratar os outros, como quero que eles sejam comigo. Não caluniarei aqueles que não gosto; não diminuirei meu trabalho por ver que os outros o fazem; prestarei o melhor serviço de que sou capaz, porque jurei a mim mesmo triunfar na vida, e sei que o triunfo é sempre resultado do esforço consciente e eficaz. Finalmente, perdoarei os que me ofendem, porque compreendo que às vezes ofendo os outros e necessito de perdão.

Visite Gandhi, em Sintra, e sinta-lhe o respirar da Alma.



Se queremos ser salvos e fazer uma contribuição substancial ao progresso do mundo, essa contribuição tem de passar pelo caminho da Paz
(Gandhi)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

ERA A TARDE MAIS LONGA DE TODAS AS TARDES...


José Carlos Ary dos Santos
( Dezembro de 1937/ Janeiro de 1984). Pausa na noite para recordar um poeta português que não passou distraído pelas ruas da vida. Cada segundo inspirava o inspirador que oscilou (sempre) entre o terreno firme do chão que pisava ou o ar lúdico em que esvoaçava -espaços livres e sublimes onde era rei e senhor. Agigantou-se sempre que despertava. Deixou-nos um espólio poético precioso (só canções foram 600).
***
Estrela da Tarde

Era a tarde mais longa de todas as tardes que me acontecia
Eu esperava por ti, tu não vinhas, tardavas e eu entardecia
Era tarde, tão tarde, que a boca, tardando-lhe o beijo, mordia
Quando à boca da noite surgiste na tarde tal rosa tardia

Quando nós nos olhámos tardámos no beijo que a boca pedia
E na tarde ficámos unidos ardendo na luz que morria
Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia
Era tarde de mais para haver outra noite, para haver outro dia

Meu amor, meu amor
Minha estrela da tarde
Que o luar te amanheça e o meu corpo te guarde
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza
Se tu és a alegria ou se és a tristeza
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza

Foi a noite mais bela de todas as noites que me adormeceram
Dos nocturnos silêncios que à noite de aromas e beijos se encheram
Foi a noite em que os nossos dois corpos cansados não adormeceram
E da estrada mais linda da noite uma festa de fogo fizeram

Foram noites e noites que numa só noite nos aconteceram
Era o dia da noite de todas as noites que nos precederam
Era a noite mais clara daqueles que à noite amando se deram
E entre os braços da noite de tanto se amarem, vivendo morreram

Eu não sei, meu amor, se o que digo é ternura, se é riso, se é pranto
É por ti que adormeço e acordo e acordado recordo no canto
Essa tarde em que tarde surgiste dum triste e profundo recanto
Essa noite em que cedo nasceste despida de mágoa e de espanto

Meu amor, nunca é tarde nem cedo para quem se quer tanto!




http://www.youtube.com/watch?v=w3WYsdHhC-8



Não chores porque acabou, sorri porque aconteceu
(Gabriel García Márquez)

Etiquetas:

APRENDER A LIDERAR EQUIPAS VENCEDORAS...


Hoje, no Diário Económico, num artigo assinado por Ana Petronilho, cujo título era: José Mourinho inspira novo curso de liderança, não resisti e li-o com interesse já que, confesso, sou admiradora deste profissional de futebol que para onde vai leva consigo a técnica de ser o melhor. É um incentivador nato de vencedores. Não deve ter paciência (digo eu) para pisar terrenos mistificadores. Onde está é para dar no duro e para atingir o topo. Não faz por menos. Não tem paciência. Nem feitio, por certo. Tem tanto de fascinante como irascível, depois de ver e rever dezenas de fotos do Special One, que sonha regressar aos campos de Inglaterra e terminar a sua carreira levando a Selecção Portuguesa aos píncaros da glória. Ele ama o futebol, está-lhe na circulação, fá-lo palpitar, engrandece-o quando cria, quando planeia, quando exige. Não sei se a humildade mora assumidamente naquele peito português mas se é mesmo convencido, convenhamos, tem todas as razões para isso. É um vitorioso pleno e é honesto, não pactua nem perdoa. Diz o que tem a dizer na hora certa à pessoa exacta que quer atingir. Conheço-o já, apesar de nunca o ter visto (tenho pena) e gostava. Admiro lutadores positivos que não conseguem triturar bem as derrotas. Causa-lhes azia, seguramente. Há horas que olho para esta foto e de tanto nela navegar vejo-lhe os trilhos dos caminhos que mentalmente ele, Mourinho, projecta.


Bom, voltando ao artigo da Ana Petronilho, transcrevo: Um dos maiores treinadores do mundo é uma inspiração também para as áreas à margem do mundo do desporto. Com base "no princípio científico" de José Mourinho - a complexidade - a Universidade Autónoma vai lançar um curso de pós-graduação, na área da liderança e de ‘media training', o Liderator.O co-autor do best-seller "Liderança: As Lições de Mourinho" e coordenador do Liderator, Luís Lourenço, adaptou a metodologia do treinador português a esta pós-graduação. Segundo Luís Lourenço, todas as disciplinas e matérias "estão relacionadas entre si, sendo que tudo tem que ver com tudo e nada é descontextualizado"... Aprender a liderar equipas vencedoras é o objectivo desta pós-graduação.


Não pára de me fascinar esta personagem complexa e empolgante de José Mourinho (campeão de Itália), considerado o melhor treinador de 2009, pela associação de jogadores italianos (é a primeira vez que um estrangeiro ganha este troféu). O que mais posso dizer deste homem pensativo, concentrado, entusiasta, desafiador, provocante, sabedor, que de país em país leva o nome de Portugal sob o signo de vencedor? Fico por aqui. É melhor.



A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las
(Aristóteles)

Etiquetas:

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

AS UVAS CRESCEM EM CACHOS COM FORMA DE CORAÇÃO


A perfeição do Universo é tanta que desde sempre e até sempre, será um fascínio e um quebra-cabeças para cientistas e leigos. O corpo humano é uma "máquina" tão completa, uma verdadeira obra-prima de engenharia -basta pensar no movimento dos dedos, dos pulsos, para não aprofundar o trabalho dos órgãos vitais. A vida, a Natureza, tem coisas tão fantásticas que nos deixam deslumbradas com descobertas que se fazem. Por exemplo: uma fatia de cenoura parece-se com um olho humano. A pupila, íris e linhas raiadas, são semelhantes e a ciência provou que a cenoura fortalece a circulação sanguínea e o funcionamento dos olhos. O tomate, tem quatro câmaras e é vermelho. O coração é vermelho e têm quatro câmaras! As investigações mostram-nos que o tomate é um excelente alimento para o coração e circulação sanguínea. As uvas, crescem em cacho que tem a forma do coração e cada uva assemelha-se a uma célula sanguínea! Hoje, sabe-se que as uvas são também um alimento profundamente vitalizador para o coração e sangue. Uma noz parece um pequeno cérebro, com hemisférios esquerdo e direito, cerebelos superiores e inferiores. Até as suas rugas e folhos são semelhantes ao neocórtex e sabe-se que ajudam a desenvolver mais de três dúzias de neuro ransmissores para o funcionamento do cérebro. Os feijões, curam e ajudam a manter a função renal e são exactamente idênticos aos rins humanos. Meras coincidências?


O aipo, repolho chinês, ruibarbo e outros, são idênticos a ossos e estes vegetais atingem especificamente os ossos que são são compostos por 23% de sódio. Estes alimentos têm, precisamente, 23% de sódio! Se não tiver sódio suficiente na sua dieta o organismo retira-os dos ossos, deixando-os fracos. Estes alimentos reabastecem as necessidades do esqueleto. Beringelas, abacates e peras ajudam o funcionamento do ventre e do cervix feminino (colo do útero) e são parecidos com estes órgãos. Actualmente a investigação mostra que quando uma mulher come um abacate por semana, equilibra as hormônios, não acumula gordura indesejada na gravidez e previne o cancro cervical. Repare nesta analogia: um abacate demora exactamente nove meses para dar flor e fruta! Existem mais de 14 000 componentes químicos fotolíticos em cada um destes alimentos (a ciência moderna apenas estudou e nomeou cerca de 141). Os figos, cheios de sementes, estão pendurados aos pares quando crescem. Eles aumentam a mobilidade e os números do esperma masculino, ajudando a ultrapassar a esterilidade masculina. As batatas doces, são idênticas ao pâncreas e, de facto, equilibram o índice glicêmico dos diabéticos. As azeitonas, ajudam o funcionamento dos ovários. Tangerinas, laranjas e outros citrinos, assemelham-se às glândulas mamárias femininas e, realmente, ajudam à saúde das mamas e à sua circulação linfática. As cebolas parecem células do corpo! A investigação actual mostra que ajudam a limpar os materiais excedentes de todas as células. Até produzem lágrimas que lavam as camadas epiteliais dos olhos! Pense, melhor, pratique. São bons pontos de partida para uma vida mais saudável, a partir de meras (!?) coincidências.




A única maneira de conservar a saúde é comer o que não se quer, beber o que não se gosta e fazer aquilo que se preferiria não fazer
(Mark Twain)


sábado, 16 de janeiro de 2010

OS DESILUDIDOS DA ESPERANÇA...


Há situações na vida, avassaladoras, desmesuradas, que nos deixam sem palavras enquanto apáticos deambulamos por labirintos sem encontros, sem saídas. Somos ausentes de nós próprios. Sem asas, sem fôlego, desiludidos e abandonados, há silêncio na secura da boca cerrada que não emite nem sons nem sopro. Há frio nos dias despojados de esperança e de reflexos quando nos perdemos em patamares de loucura que minam, ganham terreno e podem vitimar. Os desiludidos da esperança não sentem a vibração da vida, não escutam o barulho dos dias e ficam incapazes de invadir, desafiar, provocar o ritmo que os conduz como prisioneiros que arrastam grilhetas pelos caminhos do insucesso. Para eles, fica uma pista e uma canção. A primeira, é o lembrar da imperiosa necessidade de trocar as voltas ao destino e ao pensamento; a segunda, é o conjunto (fabuloso) de palavras e melodia que lhe transmitem uma mensagem de ânimo. De sucesso. De vitória. Avivam-lhe a necessidade de competir consigo próprio, apelando à sua inteligência, ao seu querer.



http://www.youtube.com/watch?v=PV3yWvI9SSM





Os obstáculos não o podem deter. Os problemas não o podem deter. Mais do que tudo, as outras pessoas não o podem deter. Somente você se pode deter a si mesmo
(Jeffrey Gitomer)

ALI, MILHARES DE MORTES MAGOAM-NOS A VIDA...



Torna-se cada vez mais difícil, passado o primeiro impacto da estupefacção sobre o que aconteceu no Haiti, seguir com atenção os relatos in loco dos jornalistas destacados para o efeito. São dilacerantes as imagens que os ecrãs agarram e se colam de imediato à nossa sensibilidade e nos deixam espectadoras de um cenário dantesco. Ali, a morte magoa-nos a vida. Comecei a ler um artigo no jornal espanhol El País, assinado por David Trueba ... Qué difícil es sentarse a escribir de algo cuando suceden catástrofes como las de Haití. Qué ridículas todas las querellas, cuando la naturaleza golpea con tal fuerza y nos recuerda lo poco que somos... Todo o artigo é uma peça jornalística de grande vigor e foca pequenez humana perante a força (enraivecida) da Natureza que não sendo combatível origina uma gigantesca onda de solidariedade. Os dias vão passando, as imagens ir-se-ão repetindo, as ajudas chegarão de todo o mundo mas dificilmente (a pressa é muita e em volta deles não há nada) aos necessitados que vão morrendo a cada segundo.


Para os haitianos o luto ainda nem começou, não conseguiram sair do manto de terror, desespero e dor que os envolveu. O tempo e a grandiosa cadeia humana que desponta a nível mundial, conseguirá suavizar alguma dor, mas não conseguirá apagar as memórias. Acabei de ter acesso a uma longa carta que o Presidente Obama escreveu aos americanos, sobre o ocorrido no Porto Príncipe, e dela retirei um breve pensamento: (...) É em momentos como estes que temos de mostrar compaixão e humanidade que definem o melhor do nosso carácter nacional (...) Espero que continue a manter o povo do Haiti no seu pensamento e orações, bem como os muitos haitiano-americanos que têm feito muito para enriquecer o nosso país e que estão preocupados com amigos e entes queridos neste momento de necessidade (...)


No meio deste tragédia há uma nota tocante. Apesar dos Estados Unidos e Cuba não manterem relações diplomáticas, desde 1961, Cuba, para servir de corredor de apoio permitiu que os aviões dos EUA atravessem o seu espaço aéreo para assim agilizar (são menos duas horas de viagem) a evacuação de feridos para Miami, a partir da base militar de Guantánamo. O anúncio foi feito pela Casa Branca.




O amor é a asa veloz que Deus deu à Alma para que ela voe até o céu
(Michelangelo Buonarroti)

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

O ABALO APOCALÍPTICO NO HAITI


Haiti, um país paupérrimo, sofreu ontem o mais devastador sismo (nível 7,3 na escala de Ritcher) verificado ao longo de 200 anos, mais precisamente, 240. Ocorreu a 15 quilómetros da capital Porto Príncipe (a 10 quilómetros de profundidade), libertando uma energia idêntica à explosão de 200.ooo quilos de dinamite. Sucederam-se duas réplicas: uma, sete minutos depois (5,5); a outra, 12 minutos (5,9). Esperava-se um tsunami que faria perigar Cuba e a República Dominicana, entre outros países, o que (felizmente) não se confirmou. Fala-se em 100 mil mortos mas, tudo parece indicar que com o passar das horas o número aumentará substancialmente. Porto Príncipe é uma cidade destruída.


Os seus habitantes debatendo-se entre o pânico, a dor, a miséria e não conseguem, por certo, vislumbrar um futuro. Muitos deles tentarão chegar à República Dominicana, Cuba e à costa norte dos Estados Unidos. Apesar de ser um povo habituado ao sofrimento, é dos países mais pobres do mundo, esta dramática ocorrência e a necessidade de reconstruir do nada um país agora em escombros adensa-lhes a dor, apesar de todo o mundo estar a desenvolver uma campanha de solidariedade gigantesca. Mas chegar ao Haiti não é fácil dado que o aeroporto ainda não está funcional o que obriga toda a ajuda fazer-se por terra (via República Dominicana). As placas tectónicas das Caraíbas e América do Norte, que estão em movimento lento e contínuo, chocaram com intensidade e libertaram, dizem os peritos, uma pequena parte da pressão acumulada desde o sismo de 1770, na escala de 7,5, que libertou uma energia 20 vezes maior. O Haiti não precisava de mais miséria. A que tinha já era desespero total. E, precisamente, por ser tão pobre, de construções tão frágeis das imensas barracas em volta da capital, foram arrasadas num ápice, como castelos de areia. Nunca de sonhos, o haitiano há muito que já não consegue sonhar.



Há três coisas que assustam o homem. Uma é o que a Natureza lhe pode fazer: pode fulminá-lo com um raio ou engoli-lo durante um tremor de terra. A segunda é o que os outros homens lhe podem fazer - podem matá-lo na guerra. E a terceira, é o que as suas próprias paixões violentas o podem levar a fazer
(Bertrand Russell)

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

O AMOR É AMOR. É ESSA BELEZA É ESSE PERIGO...


"...Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido, do amor doente, do único amor verdadeiro que há, estou farto de conversas, farto de compreensões, farto de conveniências de serviço. Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do tá tudo bem, tudo bem, tomadores de bicas, alcançadores de compromissos, bananóides, borra-botas, matadores do romance, romanticidas. Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo? O amor é uma coisa, a vida é outra.


O amor não é para ser uma ajudinha. Não é para ser o alívio, o repouso, o intervalo, a pancadinha nas costas, a pausa que refresca, o pronto-socorro da tortuosa estrada da vida, o nosso dá lá um jeitinho sentimental. Odeio esta mania contemporânea por sopas e descanso. Odeio os novos casalinhos. Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria, maluquice, facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trespassada ao pessoal da pantufa e da serenidade. Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo. O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não é para nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. É uma questão de azar..." (Miguel Esteves Cardoso)




Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção. Pode ser a pessoa mais importante da sua vida
(Carlos Drummond de Andrade)




domingo, 10 de janeiro de 2010

UM PORTUGAL CHUVOSO, BRANCO E FRIO


De Norte a Sul apareceram muitos bonecos de neve, mais ou menos bem decorados, em locais onde habitualmente o cair das moscas brancas não acontece.Estamos com um Portugal tremido, mas comparado com a restante Europa é, continua a ser, um cantinho gostoso. Aproveite a onda friorenta, dê largas à imaginação, deslize pela neve, pegue nela e molde a escultura possível ou a sonhada, e como o Planeta está a aquecer, mais mês menos mês, o Sol que nos alimenta e aviva a vitamina D, aparecerá no seu esplendor para nos envolver, aquecer e bronzear.




http://www.youtube.com/watch?v=wfTHwjAfwSw




A neve e a tempestade matam as flores, mas nada podem contra as sementes
(Khalil Gibran)

sábado, 9 de janeiro de 2010

ENSINAMENTOS FUNDAMENTAIS DO BUDISMO CH'AN


1 * Descubra o seu maior defeito e corrigi-o.
2 * Escolha três exemplos de vida e determine-se a segui-los.
3 * Tenha força e sabedoria para resistir às tentações do mundo.
4* Cultive a força da tolerância de forma a compreender, aceitar, assumir responsabilidades, ter determinação e melhorar as circunstâncias externas. Passe a cultivar a tolerância pela vida, a tolerância por todos os darmas e a tolerância pelos darmas não-surgidos, de maneira a transformar o cultivo da tolerância em força e sabedoria.
5* Aprenda a adaptar-se à pressão externa e não se deixe afectar por ela.
6* Seja activo e corajoso. Pense antes de agir.
7* Envergonhe-se do que ignora, do que é incapaz, do que o torna impuro e rude.



8* Faça, com freqüência, algo que toque o coração das pessoas.
9* Sinta-se bem sob qualquer circunstância, siga as condições correctas, esteja livre de aflições e faça tudo com alegria no coração.
10* Ser corajoso e virtuoso é ter a capacidade de admitir os seus próprios erros.
11* Aprenda a aceitar perdas, falsas acusações, contratempos e humilhações.
12* Não inveje aqueles que praticam boas acções ou dizem boas palavras. Tenha sempre na mente, bondade e beleza.
13* Não empurre os outros para a beira do abismo; ao contrário, dê-lhes espaço para recuar. Um dia eles poderão ajudá-lo.
14* Sirva àqueles que desejam fazer o bem, compartilhe um objectivo. Favoreça os outros, respeitando os seus anseios.



15* Seja amável e humilde ao relacionar-se com as outras pessoas. Expresse bondade no seu semblante e na sua voz.
16 * A capacidade de partilhar traz abundância.
17 *Importe-se apenas com o que é certo ou errado; não se fixe em perdas e ganhos.
18* Deixe de lado pensamentos egoístas e dedique-se à justiça, à verdade e ao bem comum.
19* Viaje pelo mundo sob o céu estrelado. Vivencie a prática da procissão de mendicância pelo menos uma vez na vida.
20* Abra mão de todas as suas posses ao menos uma ou duas vezes na vida.
21* A cada quatro ou cinco anos, empreenda uma viagem sozinho.


22* Não se deixe cegar pelo amor. Não se traia por dinheiro.
23* Não bata de frente com as coisas, aprenda a arte de ser subtil.
24* Não há êxito sem persistência, diligência e determinação.
25* Desenvolva auto confiança, expectativas em relação a si mesmo e metas pessoais. 26* Procure ouvir boas palavras e jamais esqueça o que elas significam.
27* Não desperdice o seu tempo. Faça planos e use o tempo com sabedoria.
28* Seja sempre sensato, pois a sensatez é imparcial e igual para com todos.


29* Lembre-se dos erros cometidos. Tenha-os sempre em mente para não os repetir. 30* Seja qual for a sua função, desempenhe-a bem. Não olhe para os lados.
31* Faça tudo com boa intenção, verdade, sinceridade e beleza.
32* Não se apegue ao passado. Olhe sempre em frente.
33* Lute pelos seus objectivos e vá longe.
34* Planeie a sua carreira, use o seu dinheiro com sabedoria, purifique os seus sentimentos e não se apegue à fama e à riqueza.
35* Desenvolva compreensão e visão correctas. Não se deixe levar cegamente pelos outros.


36* Renuncie a apegos insensatos e aceite a verdade com a mente humilde.
37* Não faça intrigas nem espalhe rumores. Não se deixe influenciar por eles.
38* Aprenda a desenvolver a mente, reformar o carácter, recuar, e saber fazer mudanças na vida.
39* Cultive méritos por meio de doações que estejam de acordo com sua capacidade, função, disposição e condição.
40* Creia profundamente no Darma e contemple todas as virtudes. Nunca faça o mal; pratique sempre o bem.
41* Não culpe os céus nem os outros pela sua infelicidade, pois tudo tem sua causa e seu efeito.
42* Pense no bom e belo ao invés de pensar no que é triste e penoso.


43* Conquiste ao menos três tipos de habilitação ao longo da vida: guiar automóveis, cozinhar, digitar, cuidar de enfermos, exercer a medicina, o magistério, o direito, a arquitectura etc.
44* Saiba articular bem a fala e a escrita. Aprenda a ouvir, a apreciar, a pensar, a cantar, a pintar e a desenvolver qualidades. Quanto mais se aprende, melhor. Aprenda, ao menos, metade disso tudo.
45*Leia ao menos um jornal por dia, para se manter a par do que acontece no mundo.

46* Leia pelo menos dois livros por mês.
47* Mantenha uma rotina diária.
48* Cultive hábitos regulares de sono e de alimentação.
49* Pratique exercícios físicos.


50* Mantenha-se longe de cigarro, álcool, pornografia e drogas. Administre e controle a sua própria vida.
51* Pratique meditação dez minutos todos os dias.
52*Passe, pelo menos, metade de um dia sozinho, uma vez por semana.
53* Ao menos uma vez por mês, pratique o vegetarianismo, para nutrir o seu coração de compaixão.
54* Ajude os outros e faça o bem, sem esperar nada em troca.
55* Compartilhe a sua alegria e compaixão com os demais.
56* Mantenha a capacidade de se auto-avaliar sob qualquer circunstância.


57* Reze pelos desafortunados, onde quer que esteja.
58* Seja preciso nas suas observações. Considere todos os ângulos, seja tolerante e compreensivo em relação aos outros.
59* Aprecie a vida, cuide dela e não a maltrate.
60* Use o seu dinheiro e as suas posses com sabedoria. Não desperdice nem gaste demais.

61* Em tempos de alegria, contenha-se; no infortúnio, não projecte a sua raiva sobre os outros.
62* Não enalteça seus próprios méritos nem aponte os erros alheios.
63* Não inveje nem suspeite. Méritos advêm das realizações e da ajuda aos outros.


64* Não seja ganancioso em relação às posses alheias, nem mesquinho em relação às suas.
65* Demonstre coerência entre atitude e pensamento. Não seja iluminado na teoria e ignorante na prática.
66* Não fique sempre pedindo ajuda aos outros. Procure ajuda dentro de si mesmo.
67* Faça de sua própria conduta um bom exemplo. Não espere benevolência dos outros, mas de si mesmo.
68* Cultivar bons hábitos é a melhor maneira de manter uma vida íntegra e saudável.

69* É melhor ser não-inteligente do que não-piedoso.
70* A mente optimista é contemplada com um futuro brilhante.


71* Construa seu próprio destino. Corra atrás das oportunidades ao invés de esperar que elas caiam do céu.
72* Controle as suas emoções e o seu humor; não se deixe levar por eles.
73*O elogio e a ofensa fazem parte da vida. Não se apegue a eles, conserve a paz interior.
74*A doação de órgãos ajuda a prolongar a vida além de propiciar recursos para as vidas de outros seres.
75* Ouça o que os outros têm a dizer e anote a essência do que dizem.
76* Olhe para si mesmo antes de acusar os outros. Somente uma avaliação honesta dos seus méritos lhe dá o direito de julgar os demais.
77* Cumpra suas promessas.


78* Não viole o direito dos outros para se beneficiar a si próprio. Favorecer os demais, às vezes, é imperioso.
79* Não sinta prazer em ridicularizar os outros. Ao contrário, aprenda a fazê-los felizes.
80* Não critique, por inveja, a benevolência do outro. Respeite-o e siga o seu bom exemplo.
81* Não use a traição para obter vantagens.
82* Os privilégios devem, antes de tudo, ser oferecidos aos outros.
83 *Aprenda a aceitar as desvantagens. Saiba que, na verdade, elas são vantagens.
84* Não se apegue a perdas e ganhos. Não faça comparações entre o que você e os

outros têm ou deixam de ter.


85* Seja sincero, impetuoso e educado.
86* Harmonia, paz e tranquilidade são a chave para o bom relacionamento.

87* Respeito, reverência e tolerância são a tríade para manter boas relações com o mundo.
88* A raiva não resolve problemas. Somente uma mente tranquila e pacífica pode ajudar a lidar com a vida.
89* Relacione-se com pessoas virtuosas e bons mestres.
90* Não contamine os outros com a sua tristeza, nem leve as preocupações para a cama.

91* Procure o prazer e a alegria em tudo o que faz, e transmita isso a todos.


92* Seja grato aos benevolentes e aos que prestam auxílio. Deixe-se tocar pelos seus actos virtuosos.
93* Dê um toque de serenidade a tudo o que fizer na vida.
94* Não existem dificuldade ou facilidade absolutas. O esforço transforma dificuldade em facilidade, enquanto a indolência torna o fácil difícil.
95* Ajude os seus vizinhos e sua comunidade e participe dos eventos locais. Assim, se tornará num voluntário da humanidade.
96* Só a humildade gera o bem. A arrogância não traz nada mais do que desvantagem.
97* Aproxime-se de mestres virtuosos. Ouça-os, seja leal e não os desacate.
98* Ajudar os outros é ajudar-se a si mesmo. Ter consideração pelos outros significa cuidar-se e amar-se a si próprio.
99* Dê aos jovens oportunidades e ofereça-lhes orientação sempre que necessário.
100* Cuide dos seus pais, seja amoroso com eles. ( Mestre Hsing Yun)




Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com os nossos pensamentos. Com os nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo.
(Buda)

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

GUERREIRO DO MEU MUNDO, SEDUTOR SEDUZIDO...


Há serenidade quando me lembro de ti como se fosses Romeu e eu Julieta, dos tempos modernos. Eu não esperava que subisses a escada para me levares contigo, nem sequer estava debruçada num qualquer parapeito. Tu é que estavas lá em cima, feito guerreiro do meu mundo, a olhar-me como se eu fosse espuma de mar a entrar mansamente na estrada da vida, olhando-me nos olhos, sob o efeito cintilante da luz da água reflectida nos imensos vidros, desenhando caprichosos movimentos explicitamente inspiradores. Sorria, quando te olhei e sei que sorrirei sempre quando te recordar lá, guerreiro do meu mundo, distante, deslumbrante, sedutor seduzido por uma pensadora que gosta de voar nas asas livres da imaginação.



Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.

Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te directamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham no meu sono.
(Pablo Neruda)

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

AS ESTRELAS GUIAM NA ESCURIDÃO


As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para umas, que viajam, as estrelas são guias. Para outras, elas não passam de pequenas luzes. Para outros, os sábios, são problemas. Para o meu negociante, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam. Tu porém, terás estrelas como ninguém. Quero dizer: quando olhares o céu à noite, (porque habitarei uma delas e estarei rindo), então será como se todas as estrelas te sorrissem! E, terás estrelas que sabem sorrir! Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo (basta olhar para o céu e estarei lá). Terás vontade de rir comigo. Abrirás, às vezes, a janela e os teus amigos ficarão espantados ao ouvir-te rir, olhando o céu. Sim, as estrelas, sempre me fazem rir! (A. S-E)
*


Se tu choras por, à noite, ter perdido o Sol, as lágrimas impedir-te-ão de ver as estrelas
(Antoine de Saint-Exupéry)

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

O PERCURSO DE TODAS AS VIDAS


A distância que você consegue percorrer na vida depende da sua ternura para com os jovens, compaixão pelos idosos, solidariedade com os esforçados e tolerância para com os fracos e os fortes, porque chegará o dia em que você terá sido todos eles.
(George Washington Carver)

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

GUERREIRA FASCINADA PELO VIGOR DA DANÇA...


Há fios de fogo na dinâmica de viver que vai da entusiasmante à morna. Na primeira situação o mundo é nosso e as vozes das vozes desses mundos são profundas, cheias, sabem a chocolate quente, cheiram a pão morno que se espalha pelas manhãs radiantes e aromáticas. Não há olhares tristes, nem incertezas, nem dúvidas existenciais. Nada oprime ou asfixia. Não há ausências. Tudo está no centro da mão, num deslumbramento macio que abraça. A excitação dinamiza, e o céu tem o brilho do esplendor a confundir estrelas. Na segunda hipótese, não somos donas do tempo, não rodopiamos com entusiasmo, não rasgamos nem pensamentos nem caminhos e, muito menos, aventuras ou desafios. O ritmo é de tango virtuoso mas triste, não tem porte, falta-lhe garbo por que nos faltam asas. Precisamos de esvoaçar aos acordes de uma Dança do Fogo que nos acorde de uma mansidão demasiado sonolenta.



http://www.youtube.com/watch?v=Wj6_5qWZCDY





A vida é fascinante. O que é preciso é vê-la com os óculos certos
(Alexandre Dumas)

domingo, 3 de janeiro de 2010

A DAMA DO LAGO REPOUSARÁ, UM DIA, EM WESTMINSTER?


Sobre a Família Real Britânica por bons, maus, ou até mesmo inexistentes motivos (alguns são impublicáveis), nunca faltaram manchetes nos jornais do mundo inteiro. O período Diana de Gales- a eterna Princesa do Povo- foi, seguramente, o mais trepidante, fez mesmo tremer os fortíssimos alicerces de Buckingham Palace e agitou a formal monarquia de Isabel II. William Arthur Philip Louis, príncipe de Gales, é o filho mais velho (Henrique, é o irmão) de Carlos, e Diana. É o segundo na linha de sucessão ao trono britânico e de outros quinze países da Commonwealth. Depois da tragédia ocorrida em Paris com sua mãe, os fotógrafos, por uns tempos, deram os jovens príncipes uma distância que os poupou a perseguições constantes. Mesmo assim, nunca deixaram de ser notícia: pelo ensino, pelas noivas, pelos êxitos, ou traquinices da juventude mas, também, pelo vincado lado solidário, herdade de Diana, que fazem questão de manter (recentemente, Guilherme, dormiu na rua como um sem-abrigo, numa gélida noite londrina).


Boatos nunca faltaram sobre os locatários de Buckingham Palace e Guilherme não escapa. Um deles está a ganhar forma já que de tão repetido começa a gerar dúvidas. Será Carlos ou Guilherme quem subirá ao Trono, sucedendo a Isabel II? Devia ser Carlos, mas o nome do filho começa a ser cada vez mais apontado como sucessor. E, aí, recordo uma espécie de lenda (não há ainda tempo para ser lenda...): Carlos (tal como Diana) nunca subirá ao Trono e, Guilherme, assim que for coroado fará transportar os restos mortais de sua mãe que dizem repousar em Althorp (Northamptonshire), numa ilha no meio de um lago, chamado de Roda Oval, para Abadia De Westminster. À luz do protocolo, é impossível; à luz da lenda, nada é improvável, já que muita água vai correr debaixo das pontes. Se a lenda não passar disso ou não chegar mesmo a ser isso, Camila, Duquesa da Cornualha, subirá, ao lado de Carlos, ao Trono como Princesa-Consorte. Se for Guilherme a subir ao Trono, provavelmente ao lado da plebeia Kate Middleton, talvez (sabe-se lá) se não cumprirá a lenda e levantará sua mãe, a Dama do Lago, do distanciamento a que foi votada. Distanciamento, não esquecimento. O futuro (não muito distante) dirá sobre a princesa a quem um dia perguntarem o porquê do divórcio e disse: éramos três num casamento. Estava demasiado cheio...



A modéstia é o único esplendor que se pode acrescentar à glória
(Charles Pinot Duclos)

Etiquetas:

O SER HUMANO É PARTE DE UM TODO: O UNIVERSO


Um ser humano é parte de um todo que chamamos "o Universo", uma parte limitada no Espaço e no Tempo. Ele sente pensamentos e emoções, como algo separado do resto - um tipo de ilusão de óptica da consciência. Para nós, essa ilusão é uma espécie de prisão, restinguindo-nos a nossos desejos e afeições pessoais para com algumas pessoas mais próximas. Nossa tarefa deve ser a de nos libertarmos dessa prisão, ampliando nosso círculo de compreensão e compaixão, de modo que possa incluir, em sua beleza, todas as criaturas viventes e a totalidade da Natureza (A. E)




Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso. O sucesso é consequência
(Albert Einstein)

TODOS SABIAM QUE ELA PARTIU E ELE A AMAVA...


Um balada lindíssima que fala de um cantor apaixonado que sempre esperava pela amada que um dia partiu mas que, apesar da ausência, não deixa de lhe povoar os pensamentos e as saudades. E, noite após noite, estende a mão ao vazio na esperança de encontrar outra...



http://www.youtube.com/watch?v=blJM3_8WQGM





Não chores porque acabou, sorri porque aconteceu
(Gabriel García Márquez)

TRANSFORME OS PENSAMENTOS EM ENERGIA PURA



A meditação permite ouvir a palavra do silêncio, discernir a sua Clara-luz, no nosso interior. Essa visão não será possível se estiver numa atitude sonolenta, provoca distracção. Sente-se para meditar, com o busto direito, como uma árvore, com os olhos fechados, na posição do Vigilante. Observe muito longe em si, atentamente, com o espírito vazio, evitando o movimento dos pensamentos. É a atitude do guerreiro espiritual, do Acordado. Nenhum pensamento está, na realidade, completamente isolado porque o verdadeiro espaço está no interior e o que se passa no espírito repercute-se em todo o Universo. A vida é uma disciplina que se conjuga no presente e nela realize cada acto plenamente. Não tenha medo da solidão quando vem ao seu encontro, é o tempo certo para se reencontrar e fortificar. Aprenda, primeiro, a acalmar o espírito e a relaxar o corpo; depois, desça em si, como o Mergulhador.


Não tenha medo de conhecer a plenitude e o completo vazio, só tem uma vida, mas ela é infinita. Com a meditação, entra naquilo que não pode ser nem dividido nem separado. A meditação aproxima-o do centro de si próprio, logo que fecha os olhos, não está ligada ao curso do pensamento, nem ao jogo das emoções. Aprenda a calar-se e o seu coração abrir-se-à. A origem das coisas não está situada no passado produz-se agora, a cada instante, no seu espírito. Pode utilizar um sonho, uma recordação, como suporte para a meditação. Não analise, não reflicta. Contenta-se em observar, sem palavra, sem pensamento, como o animal fascinado observa o fogo. Transforme os seus desejos, as suas sensações, em energia pura. Considere-os como pedras preciosas, que brilham desligadas de si.


A meditação transforma a crença em realidade vivida. Utilize o seu poder, se quer mudar o mundo. Não é necessário que medite sobre os mandalas nem sobre as figuras tradicionais do Vajrayana. Toma o seu próprio desejo como objecto da sua meditação. Observe-o, de longe, sem perder o encantamento, e siga-o como se sobe um rio, até à sua nascente, ele é a chave que abre todas as portas. Aprenda o poder do amor da meditação: ela abre o coração e faz penetrar o Universo inteiro. Reúne o que foi separado pela ilusão, está imerso no fluxo da vida, deslizando com ele. Aprende a meditar com os olhos abertos. concentre-se na beleza de uma flor, no murmúrio das ondas, no barulho do vento, suprima a distância que o separa das coisas. Meditar é um acto de amor.



Se está infeliz e num estado de caos interior, não acuse o mundo pois ele não é senão o reflexo de si próprio. O que é, o mundo é-o também. Cure-se, e o mundo curar-se-á. Deve derrubar os seus hábitos de pensamento. Desça em si, com o espírito livre, consciente da sua própria divindade, da mesma forma que um espelho que reflecte o Sol. Medite por entre o tumulto da vida quotidiana, no meio dos engarrafamentos, andando na rua. Descontraia-se. Tome de repente altitude, e considera o espectáculo do mundo como um fluxo eterno, sem começo nem fim. Está no centro, o único ponto fixo, com a sua consciência, as suas sensações, as suas reflexões. Meditar assim renova a energia, e evita a lassidão. Meditar, é renunciar ao Universo conhecido e descer aos bastidores, aí é onde o espírito puxa os cordéis do jogo. É tornar a ser o grande maquinista, o criador do Universo. A meditação começa sempre por uma total descontracção do corpo físico, que elimina as tensões. Aprenda a respirar, isto é, a tornar vivos os mecanismos habituais do corpo. Reúna os pensamentos no centro de si e impeça-os de derivar.



Visualize esse centro como sendo a única realidade, se quer que a sua meditação se torne numa arma que desperta. Nós não temos nenhuma consciência de nós próprios, é por isso que o menor choque exterior nos surpreende e perturba. Reencontre o domínio interior, sem perder a inocência do olhar, e a bondade do coração. A meditação permite-lhe ocupar realmente o seu lugar, reencontrar o equilíbrio e a harmonia. Ela é a via real que leva à felicidade, o caminho mais curto, pois evita os maus hábitos do exterior, os artifícios, as ilusões. Considere o espírito como o Templo de Ouro, que contém todo o Universo. A meditação permite reunir as energias, evitando a dispersão e o desperdício, orientando os seus pensamentos para os outros. Pode curar os que sofrem, vir em auxílio dos necessitados e fazer muito bem. A meditação acorda os poderes do espírito. Se quer deslocar-se e aproximar-se de alguém, pode utilizar o poder poderoso do pensamento. Visualize o lugar que quer atingir, reunindo emoções, desejos, sem se perder em vagos devaneios.



Para isso, não deve deixar o espírito deambular, mas, pelo contrário, torna a trazê-lo para o centro de si próprio, pela meditação, sem nunca perder a consciência do Instante. Durante a meditação, deixe flutuar as ideias e as sensações, sem procurar retê-las. Deixe o vazio invadir o espírito, e sentirá um calor maravilhoso, assim como uma imensa alegria. Será, então, que a distância entre si e o mundo há-de desaparecer porque está no lugar do espírito que reúne todas as coisas. A partir deste lugar, pode agir sobre ti próprio e sobre o mundo. Descubra a profundidade da meditação, e encontrará a imediatitude do mundo. Os mestres de sabedoria ensinam que esse instante é a única realidade. Dele nascem os universos e os mundos. Os conflitos, o ódio, a violência, provêm de um desconhecimento de si, que gera dor e confusão. Não duvide do seu próprio esplendor interior. Cada ser vivo é uma estrela (D. R)




A felicidade não te espera no extremo oposto da terra ou numa vida futura. Ela está aí onde te encontras. Espreita o momento em que estarás, enfim, disposto a convidá-la, a recebê-la. Vira os pensamentos para ela. Basta, simplesmente, ultrapassar o teu medo
(Dugpa Rinpochê)

Etiquetas: